“A blefaroplastia corrige tanto a excesso de pele, quanto as bolsas de gordura, dando jovialidade e um ar bem disposto”

— Dr. Ricardo Cruz

Blefaroplastia

Informações Gerais

Com o passar dos anos, a pele das pálpebras toma-se flácida, dando uma aparência cansada ao rosto, contribuindo com o envelhecimento do mesmo. Além da flacidez da pele, a gordura entorno dos olhos pode ficar proeminente, gerando um abaulamento nos cantos próximos ao nariz das pálpebras superiores, e bolsas nas pálpebras inferiores.

A blefaroplastia corrige tanto a excesso de pele, quanto as bolsas de gordura, dando jovialidade e um ar bem disposto, de uma forma natural. As cicatrizes ficam nas pregas naturais das pálpebras, sendo bem discretas.

Em geral, começam a aparecer por volta dos 30 anos, mas há pessoas cuja predisposição hereditária favorece seu aparecimento precoce. É importante o paciente saber que o efeito da cirurgia plástica de pálpebra é localizado, e não proporciona o rejuvenescimento do rosto. Na cirurgia plástica de pálpebras as cicatrizes são praticamente imperceptíveis. Após a total cicatrização, o que ocorre por volta do terceiro mês, elas ficam praticamente escondidas entre os sulcos naturais da pele. Antes disso, podem ser disfarçadas por maquiagem.

Vale observar que os pés-de-galinha, mesmo que devidamente operados, nunca desaparecerão, devido à ação do músculo orbicular e à perda da elasticidade da pele remanescente. A cirurgia palpebral não corrige distorções causadas por rugas dinâmicas. Neste caso, o uso da toxina botulínica é indicado. A flacidez palpebral nem sempre se deve ao real excesso cutâneo, mas, muitas vezes, à perda da textura e elasticidade, enfim, da qualidade da pele.

Quando há somente as bolsas de gordura, sem o excesso de pele, normalmente em pacientes jovens, a cirurgia é realizada apenas para retirar a gordura, e as cicatrizes são internas, totalmente inaparentes.
A anestesia é local, podendo ser associado uma leve sedação para reduzir a ansiedade. A alta hospitalar é no mesmo dia da cirurgia. O pós-operatório, normalmente, é indolor. O edema (inchaço) e manchas roxas duram, em média, de 10-20 dias, porém o resultado 100% definitivo deverá ser avaliado 6 meses após a cirurgia.

Procedimentos

  1. Anestesia: Pela extensão da cirurgia e boa qualidade dos anestésicos, a maioria dos casos é operada sob anestesia local e sedação.
  2. Duração da Cirurgia: 30 a 90 minutos
  3. Período de internação: varia de 12 a 24 horas.
Demais procedimentos →