“ O resultado estético da cirurgia dependerá não dos quilos retirados, mas sim das proporções do abdome em relação ao restante do tronco e membros. ”

— Dr. Ricardo Cruz

Abdominoplastia

Informações Gerais

A abdominoplastia é um procedimento no qual se retira cirurgicamente o excesso de pele e tecido adiposo principalmente na região inferior e média do abdome. Além disso, um ponto chave do sucesso dessa cirurgia baseia-se no fato de corrigir a diástase (afastamento) dos músculos retos abdominais, tão comum após gestações ou grandes ganhos ponderais. O resultado estético da cirurgia dependerá não dos quilos retirados, mas sim das proporções do abdome em relação ao restante do tronco e membros. Nem sempre a cirurgia plástica do abdome corrigirá o excesso de gordura sobre a região do estômago. Muitas vezes, para se adquirir a silhueta mais próxima do desejado, será necessária a realização de uma lipoaspiração dessas áreas em outro tempo cirúrgico.

A cicatriz resultante de uma dermolipectomia é extensa e localiza-se horizontalmente logo acima dos pelos pubianos, prolongando-se lateralmente em maior ou menor extensão, dependendo do volume do abdomen a ser corrigido. Esta cicatriz é planejada para ficar escondida sob as roupas de banho e infalivelmente passará por vários períodos de evolução:

  1. PERÍODO IMEDIATO: Vai até o 30º e apresenta-se com aspectos pouco visível. Alguns casos apresentam uma discreta reação aos pontos ou ao curativo.
  2. PERÍODO MEDIATO: Vai do 30º dia até o 12º mês. Neste período há o espessamento natural da cicatriz, bem como se inicia uma mudança de cor da mesma, passando para mais escuro (do vermelho para o marrom) e vai, aos poucos, clareando. Este período, o menos favorável possível da evolução cicatricial, é o que mais preocupa os pacientes. Como não podemos apressar o processo natural da cicatrização recomendamos às pacientes que não se preocupem, pois, o período tardio se encarregará de diminuir parte dos vestígios cicatricias.
  3. PERÍODO TARDIO: Vai do 12º mês ao 18º mês. Neste período, a cicatriz começa a tornar-se mais clara e menos consistente, atingindo, assim, o seu aspecto definitivo. Qualquer avaliação do resultado definitivo da cirurgia, no tocante a cicatriz, deverá ser feita após este período. Como, na cirurgia, o umbigo é reposicionado e remodelado deve-se levar em conta que, circundando-o existirá uma cicatriz que sofrerá a mesma evolução que a cicatriz inferior.

Recuperação

A abdominoplastia é um procedimento no qual se retira cirurgicamente o excesso de pele e tecido adiposo principalmente na região inferior e média do abdome. Além disso, um ponto chave do sucesso dessa cirurgia baseia-se no fato de corrigir a diástase (afastamento) dos músculos retos abdominais, tão comum após gestações ou grandes ganhos ponderais. O resultado estético da cirurgia dependerá não dos quilos retirados, mas sim das proporções do abdome em relação ao restante do tronco e membros. Nem sempre a cirurgia plástica do abdome corrigirá o excesso de gordura sobre a região do estômago. Muitas vezes, para se adquirir a silhueta mais próxima do desejado, será necessária a realização de uma lipoaspiração dessas áreas em outro tempo cirúrgico.

  1. Anestesia: pode ser geral ou bloqueio Peridural ou Raquianestesia (poderá ser discutido com o anestesista)
  2. Duração da Cirurgia: em média 2-4 horas
  3. Permanência na clínica: em média 24-48 horas.